Tudo sobre implante subdérmico

O implante subdérmico ainda é um método contraceptivo novo no Brasil, gerando algumas dúvidas e receio para quem está acostumado com os mais comuns: camisinha e pílula. Mas não há o que temer. Ele foio aprovado no Brasil pelo Ministério da Saúde, tem ampla informação entre o corpo médico e há diversas vantagens em seu uso, as vezes valendo mais a pena que o uso de pílula.

O produto tem um formato de bastonete pequeno e é feito de silicone semipermeável de grau médico e mede de três e cinco centímetros com apenas dois milímetros de diâmetro. É algo bem fino e não deve causar problemas. Assim como os anéis vaginais, vem comtudo sobre implante subdermico toda a dosagem de anticoncepcional indicada para o seu tempo de uso a ser liberada com o tempo a absorvida pelo corpo, assim prevenindo a gravidez e trazendo ao organismo os demais benefícios de usar um anticoncepcional.

Os tipos de implante subdérmico

Existem alguns tipos de implante subdérmico a serem avaliados junto a seu médico antes de colocar. Ele pode ser compostor de progestogenios, um hormônio sintético mas semelhante ao natural, ao que já existe no corpo feminino, por isso causa menos reações. Podem durar no corpo até cinco anos, evitando a gravidez por todo esse período. É o mais conhecido por evitar a gravidez e possuir menos efeitos colaterais.

Há ainda implante subdérmico composto de gestrinona, esteróide auxiliar para tratar a endometriose pélvica e outros problemas sérios tratados com anticoncepcional, como mioma uterino. Pode ajudar a melhorar os sintomas da tensão pré menstrual também e previne a gravidez como todos os outros.

Temos também os implantes compostos de estrogênio, outro hormônio conhecido por prevenir a gravidez com eficácia e ajudar com os sintomas da TPM. Ajuda ainda no equilíbrio entre as gorduras no sangue e no revestimento interno do útero, endométrio. E como todos os outros anticoncepcionais, regula o ciclo.

Como se coloca o implante subdérmico

A colocação é citada como uma desvantagem, pois o implante é colocado via procedimento ambulatorial. Deve ser colocado por um médico cirurgicamente em dois locais: antebraço ou na região glútea. Não doi porque é aplicada uma anestesia local.

O período de uso de um mesmo implante varia, podendo ir de 24 a 26 meses. Durante este tempo não haverá menstruação regular a mulher fica prevenida de gravidez, mas não de doenças sexualmente transmissíveis, por isso ainda deve usar camisinha se tem vida sexual ativa e em especial mais de um parceiro.

Efeitos colaterais do implante subdérmico

Alguns efeitos colaterais previstos são bem comuns ao usar anticoncepcionais, como sangramentos de escape, o conhecido spot, sangramento uterino aumentado eventualmente, dores de cabeça, inchaço e retenção de liquido, dentre outros.

Além de prevenir a gravidez, o medicamento pode ser usado ainda para tratamento de dismenorreia, endometriose, hemorragia uterina disfuncional e tratamento de casos crônicos de tensão pré-menstrual.



Este site lhe foi útil? Clique no G+1. É muito importante pra nós. Obrigado!


Café Verde para emagrecimento RÁPIDO! - Clique aqui e veja o video!
Compartilhe com seus amigos...Share on Facebook

Um comentário

  1. Shirley silva says:

    Ola souca Shirley pois bem comecei a toma ontem esse iumi pois o foi 1 dia do ciclo e normal toma 1 comprimido e corta o ciclo ou tomei errado

Deixe um comentário